3 de julho de 2014

[BATE-PAPO ENTRE AUTORES] R. A. Cirino



   Olá #bookmaníacos! Hoje, temos a entrevista com a nossa fofa, queridíssima e excelente escritora Rayoline Amorim Cirino. (Hey Ray, nós amamos o Dante :v) Okay, (kkk) vamos voltar a entrevista.


Contato:

** Instagram: rayol.amorim
** Facebook: fb.com/rayoline.amorim
** Fã Page: fb.com/oscontosdelire
** E-mail: rayol.amorim@hotmail.com




1- Fale sobre você:


   Eu sou Rayoline Amorim Cirino, tenho 22 anos e estou atualmente terminando a minha graduação de Serviço Social e também no primeiro período de Biblioteconomia. Eh... Enfim... Escrevo romances desde os 15 anos, mas nunca decidi publicá-los porque os acho pessoais demais e meus poemas também são pessoais demais (não me peçam KKK’) Tenho um gato o nome dele é Fred Weasley xD Sou fã de Mundo de Tinta, Harry Potter, A Culpa é das Estrelas, A Maldição do Tigre, A Menina que Roubava livros, etc (Ah eu comecei a ler incansavelmente aos 9 anos não vou lembrar de tudo que sou fã agora) Enfim... Eu sou péssima para falar de mim mesma... Mas o meu sonho é que Os Contos de Lire (o livro que estou escrevendo há seis anos) seja publicado e vire um sucesso e que eu possa abrir o meu Café Literário xD

2- Como e há quanto tempo surgiu à ideia de escrever um livro?


Bem eu leio sozinha, sem a ajuda da minha mãe, desde os nove anos, antes disso ela contava histórias e lia para mim desde que eu era um feijãozinho na barriga dela... Enfim eu comecei a escrever quando tinha uns doze anos e escrevi uma peça para o natal da família Cirino. Aos quinze anos voltei a escrever, mas agora coisas mais elaboradas, poesias, romances curtos, contos e finalmente cheguei à história do livro que escrevo hoje... Seguindo uma frase de Toni Morrison que diz: “Se existe um livro que você realmente quer ler, mas que não foi escrito ainda, então você deve escrevê-lo”. Acredito que se devem dar asas a imaginação e deixar a criatividade tomar conta! A ideia para o meu livro surgiu de inspirações como C.S. Lewis, J.K. Rowling e Tolkien.


3- Pra você, o que significa escrever? 


   Escrever para mim significa criar mundos, mundos onde as pessoas podem se refugiar do seu dia a dia e até mistura-los aos seus para se sentir bem, sou uma leitora voraz e como escritora tento passar para o papel o que eu queria que existisse nos livros. Escrever é um dom e é preciso aperfeiçoa-lo e compartilha-lo, para mudar não ao mundo apenas, mas a si próprio enquanto parte importante dele.

4- Fale sobre seu livro, gênero, sinopse:


   Bom, Os Contos de Lire é o eleito, dentre os romances e poesias que escrevi, finalmente decidi me dedicar a algo que eu realmente amo, a literatura fantástica. Passei a vida lendo As Crônicas de Narnia, Harry Potter, Senhor dos Anéis, entre outros livros que me fizeram ser apaixonada por esse mundo. Foi um livro que começou como a história de um mundo subterrâneo onde viviam vários seres mágicos e era governado por uma família de vampiros. Mas resolvi mudar esta temática por achar vampiros um tema muito batido... Enfim... Comecei a escrever sobre magos e ninfas e outros seres fantásticos.
Os Contos de Lire – sinopse:
   Existia um mundo mágico criado por uma maga muito poderosa, que era o símbolo de harmonia, respeito e amor entre todas as criaturas vivas e não vivas, este mundo é chamado de Egan. No século III daquele mundo houve uma revolução completamente fora do comum. Dante, primogênito da família que governava o reino central (Hirotti), rebelou-se contra o seu reino por não ter conseguido ocupar o trono após a morte do sei pai, pois o rei antes de morrer decretou que James, o filho caçula fosse o novo rei. Anos se passaram após aquela revolução que levou a prisão e o exílio de um príncipe e Dante conseguiu fazer do exílio, uma terra sem leis, o seu reino, ameaçando todas as nações que formavam aquele mundo. Quatro valorosos jovens foram escolhidos pelo Conselho dos Reinos para forma uma equipe que executaria um plano para deter Dante e, entre esses quatro jovens está Tayuya, filha daquele homem que causou tantos danos ao seu próprio lar, uma jovem que cresceu sufocada pelo passado do pai e que terá de lutar contra o seu pior pesadelo. Será que Tayuya conseguirá enfrentar o seu passado para garantir o seu futuro ou será que o passado será a sua ruína?

5- O que seu livo representa pra você como escritor? 


   O meu livro é a realização de um sonho, eu sempre quis escrever algo que me impressionasse e que fizesse as pessoas se sentirem como eu me sinto ao ler As Crônicas de Narnia, por exemplo... Ele não é apenas um sonho na verdade, é a impressão que eu vou deixar neste mundo, é uma forma de dizer, que eu fiz algo de bom que eu posso me orgulhar de mim mesma!

6- Que conselho daria pra quem quer começar a escrever agora?


   Hum... Vejamos... Não há formulas para se escrever um bom livro, apenas dedique-se de coração a tudo que você faz, tenha fé em si mesmo e acredite que você é capaz. Escrever é um dom, mas exige prática! Leia, escreva, pratique e acima de tudo escreva sobre aquilo que você ama, faça com que as pessoas se apaixonem por aquilo que vocês amam, porque escrever um livro é ser um pouco obcecado pelo objeto amado! (kkk’).

Bom gente, é isso!
Beijos :*

5 comentários:

  1. Muito legal! Amei.

    Já estou seguindo , se puder segue de volta ?!

    http://vestida-de-rosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. A Ray para mim e uma grande autora, eu ja a conheço pelo facebook, e uma pessoa meiga legal, e gosta da perfeição, e Dante como não amar?, quando o livro for lançado porque vai ser lançado eu vou ter meu exemplar em mãos e ama-lo mais ainda do que ja amo esse livro, Parabens Ray Amei a entrevista <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ouw *-------------------------* obrigado Alana <3

      Excluir
  3. Ae Rah \o/
    parabens !!, estou contanto com meu volume autografado !!

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo